expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Cinquenta tons de bola na rede com Neymar



O dia 10 de novembro de 2016 ficará marcado na carreira do craque Neymar. Aos 24 anos, o camisa 10 alcançou a marca de 50 gols pela Seleção Principal em 74 jogos disputados. Seis anos se passaram desde o primeiro gol pela Seleção até o momento mágico no Mineirão, na vitória por 3 a 0 sobre o maior rival brasileiro, a Argentina. Relembre abaixo todos os cinquenta gols e faça um passeio pela carreira do jogador nesses primeiros anos vestindo a Amarelinha.

2010 - Prazer, Neymar!

O número 10 acompanha o jogador desde o início da sua trajetória com a Amarelinha. Foi exatamente no dia 10 de agosto do ano de 2010, quando Neymar fez a sua estreia. A camisa era a 11. Em fase de renovação, a Seleção Brasileira via em seu pupilo uma referência para as próximas gerações. De cara, deixou a sua marca. Gol de cabeça na vitória por 2 a 0 sobre os Estados Unidos, em amistoso realizado em solo americano. De lá para cá, foram 50 gols, muitas assistências, inúmeras jogadas de efeito e dribles desconsertantes, para loucura dos defensores rivais. No Santos, o craque conquistou um Campeonato Paulista e uma Copa do Brasil.

10/08/2010 – Brasil 2x0 Estados Unidos – Amistoso (1 gol)

2011 - Afirmação e título

Voando pelo seu clube, o Santos, Neymar dava indícios de que o ano de 2011 seria muito marcante. Logo no primeiro compromisso do Brasil, o craque foi o nome da partida, marcando os dois gols na vitória diante da Escócia, no dia 23 de março. A rivalidade com os argentinos deu o tom na temporada e Neymar marcou o seu primeiro gol em cima dos hermanos como profissional, na vitória por 2 a 0, em setembro.

Durante a temporada, o jogador ainda disputou a Copa América, onde marcou dois gols na vitória sobre o Equador, além de se sagrar campeão do Sul-Americano Sub-20. Pelo Alvinegro Praiano, Neymar conquistou dois títulos o Paulista e a Libertadores.

27/03/2011 – Brasil 2x0 Escócia – Amistoso

13/07/2011 – Brasil 4x2 Equador – 43ª Copa América (2 gols)

10/08/2011 – Brasil 2x3 Alemanha – Amistoso (1 gol)

28/09/2011 – Brasil 2x0 Argentina – Amistoso (1 gol)

07/10/2011 – Brasil 1x0 Costa Rica – Amistoso

2012 - O primeiro ciclo olímpico

As Olimpíadas de Londres estavam chegando e o craque brasileiro já havia balançado as redes na temporada. Durante amistoso contra os Estados Unidos, o Brasil venceu o duelo por 4 a 1, e Neymar deixou sua marca, anotando um gol no jogo.

Na Terra da Rainha, a Seleção Brasileira acabou ficando com a prata, porém, o pé do camisa 10 seguia calibrado, anotando mais oito gols no restante da temporada, com destaque na goleada por 8 a 0 contra a China, onde marcou três gols, e contra o Japão, quando anotou dois gols na vitória por 4 a 0. No Alvinegro Praiano, conquistou o Campeonato Paulista e a Recopa Sul-Americana.

30/05/2012 – Brasil 4x1 Estados Unidos – Amistoso (1 gol)

10/09/2012 – Brasil 8x0 China – Amistoso (3 gols)

19/09/2012 – Brasil 2x1 Argentina – Amistoso (1 gol)

11/10/2012 – Brasil 6x0 Iraque – Amistoso (1 gol)

16/10/2012 – Brasil 4x0 Japão – Amistoso (2 gols)

14/11/2012 – Brasil 1x1 Colômbia – Amistoso

2013 - Título e Europa

A Seleção Brasileira seguia preparação para as competições internacionais e realizou sete amistosos na primeira metade do ano. Neymar esteve presente em todos os duelos e deixou sua marca em duas oportunidades: na vitória por 4 a 0 sobre a Bolívia (2 gols) e no empate contra o Chile, por 2 a 2, onde fez um gol.

Com a torcida a seu favor, o Brasil iniciou sua caminhada na Copa das Confederações em grande estilo, vencendo o Japão por 3 a 0. O camisa 10 brasileiro marcou um gol na estreia da equipe na competição. Em cinco jogos, marcou quatro gols, sendo o mais importante o da grande final diante da Espanha, quando venceu por 3 a 0 e sagrou-se campeão do torneio.

O ano marcou também a ida do craque para o Barcelona, onde conquistou a Supercopa da Espanha.

06/04/2013 – Brasil 4x0 Bolívia – Amistoso (2 gols)

24/04/2013 – Brasil 2x2 Chile – Amistoso (1 gol)

15/06/2013 – Brasil 3x0 Japão – Copa das Confederações (1 gol)

19/06/2013 – Brasil 2x0 México – Copa das Confederações (1 gol)

22/06/2013 – Brasil 4x2 Itália – Copa das Confederações (1 gol)

30/06/2013 – Brasil 3x0 Espanha – Copa das Confederações (1 gol)

07/09/2013 – Brasil 6x0 Austrália – Amistoso (1 gol)

10/09/2013 – Brasil 3x1 Portugal – Amistoso (1 gol)

12/10/2013 – Brasil 2x0 Coréia do Sul – Amistoso (1 gol)

2014 - Máquina de gols canarinho

O amadurecimento durante os anos pela Seleção Brasileira ficou evidente em 2014. Neymar começou o ano fazendo o que sabe de melhor: gols. A primeira vitima foi a África do Sul, seleção no qual o camisa 10 anotou três gols. O Panamá entrou na rota do craque, que marcou um gol na vitória por 4 a 0. Pela Copa do Mundo, foram quatro gols: dois contra a Croácia, na vitória por 3 a 1, e dois contra Camarões, no triunfo por 4 a 1. A lesão contra a Colômbia acabou abreviando a passagem do jogador na competição mundial, mas, naquele mesmo ano, foram mais sete gols, sendo um em cima da Colômbia (1x0), quatro contra o Japão (4x0) - jogo em que fez mais gols na mesma partida com a Amarelinha - e dois contra a Turquia (4x0).

05/03/2014 – Brasil 5x0 África do Sul – Amistoso (3 gols)

03/06/2014 – Brasil 4x0 Panamá – Amistoso (1 gol)

12/06/2014 – Brasil 3x1 Croácia – Copa do Mundo (2 gols)

23/06/2014 – Brasil 4x1 Camarões – Copa do Mundo (2 gols)

05/09/2014 – Brasil 1x0 Colômbia – Amistoso

14/10/2014 – Brasil 4x0 Japão – Amistoso

12/11/2014 – Brasil 4x0 Turquia – Amistoso (2 gols)

2015 - Missão: Eliminatórias

Após a participação na Copa do Mundo, a Seleção Brasileira iniciou o planejamento para as Eliminatórias da Copa de 2018, além da Copa América, no Chile. No primeiro jogo do ano, vitória e gol de Neymar contra a França, no dia 26 de março: 3 a 1. Na Copa América, o craque anotou um gol na vitória por 2 a 1 diante do Peru, seu único tento na competição.

Passado o torneio, a seleção dos Estados Unidos voltou a sofrer com o brasileiro: o atacante anotou dois gols na vitória por 4 a 1, no dia 8 de setembro. Pelo Barcelona, conquistou o Mundial Interclubes, uma Liga dos Campeões, uma Liga Espanhola e uma Copa do Rei.

26/03/2015 – Brasil 3x1 França – Amistoso (1 gol)

14/06/2015 – Brasil 2x1 Peru – Copa América (1 gol)

08/09/2015 – Brasil 4x1 Estados Unidos – Amistoso (2 gols)

2016 - Marca alcançada

O Rio de Janeiro fervia à espera dos Jogos Olímpicos. E quem esteve presente nos duelos da Seleção Olímpica não se arrependeu: o Brasil sagrou-se campeão diante da rival Alemanha, num Maracanã lotado. Vitória e medalha de ouro, inédita para o futebol brasileiro, sob o comando do craque Neymar em campo, que guiou a equipe durante todo o torneio. Nesta temporada foram dois títulos com o clube catalão: uma Copa do Rei e uma Liga Espanhola.

Passada as Olimpíadas, as Eliminatórias da Copa do Mundo 2018 voltaram com força total e fizeram bem para Neymar. Somente neste ano, o craque marcou quatro gols sob a batuta do técnico Tite: contra o Equador, Colômbia, Bolívia e Argentina, onde alcançou o gol de número 50.

01/09/2016 – Brasil 3x0 Equador – Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018 (1 gol)

06/09/2016 – Brasil 2x1 Colômbia – Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018 (1 gol)

06/10/2016 – Brasil 5x0 Bolívia – Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018 (1 gol)

10/11/2016 – Brasil 3x0 Argentina – Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018 (1 gol)

Na próxima quarta-feira (16), a Seleção Brasileira entra em campo para enfrentar o Peru, pelas Eliminatórias. Mais uma chance do camisa 10 ampliar suas marcas e continuar sua rotina de quebra de recordes com a camisa amarelinha.



Nenhum comentário:

Postar um comentário